Morgan Jones está inegavelmente diferente no primeiro episódio da 6ª Temporada, First Time Again. Consigo enxerga-lo como uma versão alternativa do Rick, onde ele não teria mais ninguém para defender. Morgan demonstra muita serenidade diante do mundo. Bem diferente do Rick, que se tornou mais agressivo e radical após tanto tempo liderando o grupo.

Em Clear, na 3ª temporada, tudo estava ao contrário. Morgan implorava pela morte, enquanto o Rick condescendente não o fez, mesmo após ser esfaqueado. Em outra referencia a esse episódio, Morgan reclama com a Michonne por ela ter comido a sua barra de pasta de amendoim. Ela nega, mas se você retornar a Clear, aos 18:25, verá que a Michonne comeu sim.

morgan-the-walking-dead-clear

Alguns indícios deram a entender que o personagem andou com alguém, e nesse período aprendeu a lutar Kung Fu, uma arte marcial chinesa que está diretamente ligada ao Confucionismo, Budismo e Taoismo, correntes filosóficas que pregam a moral, empatia, harmonia e auto-aperfeiçoamento. Outro ensinamento básico do Kung Fu é a paciência de compreender as circunstancias antes de qualquer reação. O envolvimento de Morgan com tais correntes podem explicar a mudança. E a sua desenvoltura com os bastões indica que passou um bom tempo aprendendo.

Lennie James revelou em entrevista que não tem certeza se flashblacks desse encontro aparecerão na 6ª temporada, mas que espera que o público possa ver.

Acontece que, se criou um enorme contraste de ideologias entre Rick e Morgan. Ambos parecem surpresos um com o outro. Morgan não esperava encontrar Rick atirando na cabeça de alguém, assim como Rick não esperava encontrar o Morgan insano da 3ª temporada tão pacífico. É difícil prever o efeito disso na história, e até que ponto as suas personalidades se distanciaram, mas acredito que o reencontro seja absolutamente imprescindível nesse momento, como um ponto de equilíbrio.

Alexandria está correndo perigo. Rick assumiu o comando do “barco” novamente. Sob pressão, há o risco de se tornar ainda mais frio, se esquecendo de quem realmente é. Um líder precisa causar empatia, nem tudo se conquista na marra. E certas decisões podem acabar prejudicando a ordem numa comunidade cheia de gente inexperiente. Prova disso foram as buzinas no final do episódio.

Várias vezes, vimos o Rick chegar ao limite e retornar. Morgan o salvou no começo de tudo e foi o responsável pelo seu reencontro com a família no acampamento. Não se pode negar que existe um tipo de elo de confiança e respeito entre eles. Nesse ponto em particular, duvido que outro personagem poderia fazer esse papel.

O que você acha sobre o retorno do Morgan? Deixe a sua opinião nos comentários!

Antes de você ser, eu sou.
Prezamos por comentários relevantes e respeitosos. Confira nossa Política de Comentários e para mais discussões sobre The Walking Dead e outras séries, curta nossa página no Facebook! Gostaria de escrever para o The Walking Dead Brasil? Clique aqui e faça parte do site.