ALERTA DE SPOILER!
CUIDADO! O texto a seguir contém revelações sobre a trama. Leia por sua própria conta e risco.

Rick Grimes realmente morreu. E não estamos falando da série de TV, em que ele atualmente está desaparecido. Rick morreu na obra original de The Walking Dead, em quadrinhos.

A edição 192 dos quadrinhos, que foi lançada esta semana, contou com o súbito e inesperado fim do protagonista, vítima de um atentado. Foi seu filho Carl que o encontrou pela manhã, já zumbificado, e precisou finalizá-lo.

Ao final da edição, Robert Kirkman, o criador de The Walking Dead, fez uma longa carta, explicando suas motivações para a morte de Rick Grimes e o futuro da série. Confira a seguir, em tradução livre:

Então… Rick Grimes está morto.

É estranho até mesmo escrever isso. Fica ainda mais estranho por ser neste momento da história. A morte de Rick foi planejada por mais tempo do que qualquer outra morte nesta série.

Eu tenho trabalhado nisso desde que comecei a escrever… a primeira edição. Isso não faz com que fique mais fácil, mas tem sido algo que eu fui me acostumando conforme o momento fatídico passava de anos para meses e então semanas… eu sabia que a hora estava chegando.

Antes mesmo de introduzir o Sebastian Milton (na edição 177), eu sabia que seria ele quem mataria Rick Grimes. Por quase uma década eu sabia que Rick escolheria preservar Commonwealth a qualquer preço… e que isso lhe custaria a vida.

Por muitos anos eu tenho dito em entrevistas que todo mundo morre nesta história e que nem mesmo Rick Grimes sobreviveria até o fim. Apesar de até o momento esta ter sido a história de Rick Grimes, conforme expliquei na primeira edição, isso não significa que ele precisa estar vivo para ser uma presença na série.

Esta é a história de um mundo, não de um homem… esta é a história de um mundo que foi profundamente influenciado por este homem, conforme veremos já na próxima edição… mas esta não é uma história exclusiva de Rick.

Eu posso imaginar o quão chateados alguns de vocês estão e está tudo bem, sério. Eu fico chateado quando meus personagens favoritos morrem. Mas, como eu disse na edição 167, quando a Andrea morreu… a história é quem manda aqui e se nós parássemos de perder personagens e todos simplesmente ficassem felizes… então não seria THE WALKING DEAD.

E apesar de não termos mais Rick Grimes conosco… eu prometo a vocês, a próxima edição e o que vem além continuará sendo o mesmo THE WALKING DEAD. Após 192 edições eu conto com um voto de confiança.

MAIS UMA COISA… eu não gosto de mencionar a série de TV, pois ela não tem nada a ver com os quadrinhos. O que temos aqui é a base para a série de TV, não o contrário. CONTUDO… nós também perdemos o Rick Grimes da série de TV recentemente, apesar dele não ter morrido.

Portanto, eu me sinto na obrigação de esclarecer que os eventos desta edição dos quadrinhos não tiveram relação com o que aconteceu na série de TV. Como eu disse, isso é algo que eu tinha planejado por um LONGO tempo.

***

Confira também: Veja o resumo da edição de The Walking Dead com a morte de Rick Grimes!

O que você achou das explicações de Kirkman? Pretende continuar acompanhando a série mesmo após a morte de Rick Grimes?

Quer receber as últimas notícias de The Walking Dead direto no seu Whatsapp?
> CLIQUE AQUI <

"We are surrounded by the dead. We're among them and when we finally give up, we become them! Don't you get it? WE ARE THE WALKING DEAD!"
Prezamos por comentários relevantes e respeitosos. Confira nossa Política de Comentários e para mais discussões sobre The Walking Dead e outras séries, curta nossa página no Facebook! Gostaria de escrever para o The Walking Dead Brasil? Clique aqui e faça parte do site.