Roteirizado por Corey Reed e Matt Negrete e dirigido por Larry Teng, “Time for After” mostra mais de Negan e seus tenentes tentando resolver os problemas no Santuário enquanto Rick e seu grupo continuam a executar o plano.

O plano de Rick no âmbito geral é deveras interessante: Isolar os líderes dos Salvadores no Santuário impedindo-os de buscar ajuda nos postos avançados enquanto suas outras unidades (Hilltop e Reino) atacam e roubam o arsenal e demais recursos dos vilões. Soma-se isso com a ajuda interna de Dwight e as coisas começam a se desenhar a favor dos protagonistas.

Então qual a necessidade da parceria com a comunidade do “lixão”? Jadis já se provou não ser de confiança e a cartada de mestre do herói da série é procurar pessoas que já o traíram no momento em que estava em visível vantagem na guerra?

Além de não entender essa questão, o fato do Rick estar subjugado e se manter enérgico e confiante perante uma situação visivelmente complicada me incomoda. Podem argumentar que naquele momento ele estava tão confiante que sabia que aquela trama teria uma resolução positiva de alguma forma, mas isso é o ápice de um roteiro simplista e conveniente.

E qual era a intenção da Jadis ao recusar a proposta inicial e depois ceder daquela forma patética? Primeiro ela recusa a proposta, prende Rick e depois coloca-o novamente em uma arena com um zumbi por qual razão? Entendo que essa comunidade seja extremamente curiosa por passar a ideia de introspecção e desapego às pessoas externas, mas no fim não há identidade nesse grupo e isso os torna descartáveis e esquecíveis.

Rick domina facilmente o zumbi e posteriormente Jadis, mas seus aliados ainda estavam em pé apontando suas armas para o xerife, que apenas na base da intimidação consegue reverter a situação? É muita incoerência e simplicidade nas resoluções das tramas. Rick não tinha nada a oferecer, seu argumento eram ameaças, ele estava com armas apontadas para ele e Jadis simplesmente concorda com todos seus termos? Esse é o poder do protagonismo feito da pior forma, apenas para o roteiro avançar. Mas a que custo?

Eugene gera pouca empatia em função de seus trejeitos, mas desde que entrou para os Salvadores é um dos personagens mais coerentes da série. O personagem teve bons e maus momentos e vale ressaltar que o Eugene dos quadrinhos é consideravelmente diferente, especialmente por não ter essa veia cômica que passa um pouco do ponto como nesse episódio em questão.

Sua visão pragmática é encantadora porque é despida daquele heroísmo idealizado. Ele quer apenas sobreviver e parece muito justo estar no lado que apresenta maiores chances de vencer, independentemente de qual lado seja.

Em “Time for After” ele reafirma seu lado na história e tenta efetivamente ajudar Negan, muito porque teme por sua vida, mas de qualquer forma ele opta por isso. Por outro lado, ele se mostra enérgico ao afirmar que é um Salvador, mas hesita ao revelar que Dwight é o traidor e isso não faz muito sentido. O roteiro quis dar dualidade ao personagem, mas quando ele toma partido de tal forma seria mais coerente ele revelar a traição porque isso o beneficiaria e é isso que ele busca sempre, bem-estar próprio e segurança.

Em certo momento Gabriel, que apesar de não ter sido mordido, está extremamente debilitado, diz que sabe que quando a hora chegar Eugene fará a coisa certa. Mas o que é certo para alguns pode não ser para outros, então, o que é a coisa certa?

Essas dualidades morais são interessantes, mas tem que ser exploradas da forma certa e não com repetição ou resumir-se a pouquíssimos diálogos, como foi o caso. Em meio a isso fomos agraciados com a melhor cena de Josh McDermitt na série durante seu monólogo com Gabriel. Fantástico.

A posição inicial de Eugene foi convincente, mas depois o fato de não ter exposto Dwight fez com que ele perdesse pontos nesse capítulo. Suas falas estavam demasiadamente pesadas no quesito “piadas” e isso também faz com que o personagem perca impacto.

Dwight vem se mostrando mais ponderado, mais parecido com o que vimos nos quadrinhos, mas acho que poderia ser mais duro em relação a Eugene já que ele pode atrapalhar seus planos.

Há poucos episódios atrás Dwight se mostrava muito mais maniqueísta e agora que ele precisa se impor está resolvendo as coisas na base da conversa? No mínimo curioso.

E por fim temos Rosita e Daryl, que apesar de serem secundários nessa temporada, têm alguma valia. Rosita na temporada passada teve uma mudança de comportamento muito abrupta e isso resultou na morte de Sasha, agora, relembra o que sua característica intempestiva causou e opta por voltar para Alexandria e abandonar o plano.

É legal ver que ela aprendeu algo com suas ações, isso agrega ao personagem mesmo que tenha sido uma passagem breve. E Daryl tem em sua mente que a resolução do conflito será na base da execução dos Salvadores e é isso que ele está fazendo. Não é muito inteligente o modo como ele está fazendo, mas pelo menos mantem-se coerente com sua ideia inicial.

No fim Rick convence Jadis a ir com ele ao Santuário e chegando lá as outras comunidades os encontrariam e pediriam aos tenentes dos Salvadores sua rendição e assim o plano estaria completo. Contudo, o Santuário não está mais cercado e Rick faz aquela cara clássica de perplexidade.

“Time for After” não tem muita inspiração e segue pincelando temas recorrentes, tirando alguns diálogos pontuais é mais um capítulo esquecível na vida de The Walking Dead.

Nota: 4.5/10

Disclaimer do autor: É chato semana após semana criticar a série, mas aqui no The Walking Dead Brasil temos a liberdade de nos expressar de acordo com nossa verdade e como não estou gostando da atual temporada escrevo de acordo com essa ideia.

A primeira temporada é brilhante, a segunda é uma aula de desenvolvimento de personagem e as quatro subsequentes também são muito boas, mas a 7ª foi fraca e a 8ª está ainda pior. Respeito quem estiver curtindo e ressalto que as críticas dos episódios correspondem a MINHA OPINIÃO, não é a verdade absoluta (obviamente) –  é apenas minha visão. Sinceramente gostaria de saber a opinião de vocês porque quero enxergar pontos positivos que talvez esteja negligenciando. Obrigado pelos comentários e pelo debate a seguir.

Deixe suas percepções pessoais nos comentários e ajude a fomentar a discussão de forma saudável.

The Walking Dead 8ª Temporada Episódio 7

Título: Time for After (Hora do Depois)

Temporada: The Walking Dead 8ª Temporada

Data de Estreia: 03/12/2017

Roteiro: Corey Reed e Matt Negrete

Direção: Larry Teng

Audiência (EUA): 7.47 milhões de espectadores

Sinopse: Negan convoca a ajuda de seus tenentes para resolver um enorme problema no Santuário; Rick e seu grupo continuam a executar o plano.

  • Excelente crítica.
    ”A primeira temporada é brilhante, a segunda é uma aula de desenvolvimento de personagem e as quatro subsequentes também são muito boas, mas a 7ª foi fraca e a 8ª está ainda pior (…)”

  • moreno_ silva

    FAÇO DAS SUAS PALAVRAS AS MINHAS POIS SINCERAMENTE O DIRETOR TA SIM JOGANDO OS PERSONAGENS CONTRA O PUBLICO ISSO VEM ACONTECENDO DEIXANDO OS PERSONAGENS BOBÕES FAZENDO COM QUE O PUBLICO COMECE A FICAR COM RAIVA DE ALGUNS PERSONAGENS QUE TANTO AGENTE GOSTAVA, E FALO MAIS SE MATAREM MAIS UM PERSONAGEM CONSIDERADO PRINCIPAL ONDE O PUBLICO GOSTA A SÉRIE SÓ TEM A PERDER AINDA MAIS, ALIAS SÓ ESTÃO FICANDO OS VILÕES.

    • Gabriel

      Não, a serie tem bem mais “mocinhos” do que vilões. Mataram de “mocinho” apenas o Erick, que ninguém se importava. Exagero falar que só sobraram vilões. Não, a serie nem tantos vilões vivos assim. E ao meu ver, eles estão em um apocalipse, matar personagem é normal, é a realidade.

  • Tancredo

    Concordo em tudo na sua crítica. Acho q ao longo do tempo TWD foi fazendo escolhas erradas que eles achavam que fosse o certo só pra dar um certo impacto momentâneo na série. Exemplo as mortes de Andrea e Glen que foram bem desnecessárias na minha visão. Outra coisa q faz essas fias temporadas estarem tão fracas é esse arco dos Salvadores que deixou os verdadeiro perigo de lado que era os zumbis. Parece q a série virou apenas ação e deixou de ser aquela série de suspense com os zumbis sendo o real perigo a qualquer momento. Viraram apenas pano de fundo pra essa guerra chata. Se continuarem com essa pegada nas próximas temporadas a série só tem a cair mais. Torço para que isso não ocorra.

    • Thalyta Andrade

      Eu li umas pessoas falando que desde a chegada em Alexandria as coisas ficaram uma merda e pode ser verdade mesmo. Houve alguns poucos bons momentos e episódios.

  • Andeilson bazzola

    Tbm acho que não teve nada a ver o Rick ir solicitar apoio do pessoal do lixão. De modo que esse núcleo da série é sem dúvidas descartável porém toda via serão necessários para poupar mais perdas dos protagonistas, ou núcleos principais. Espero sinceramente não ver Eugene por tanto tempo no último capítulo. Basta! Relembrando que no final da temporada passada ele tbm teve papel de destaque na turma indo até o portão de Alexandria ameaçar Rick e Cia, por fim deve se redimir fazendo algo bom e morrendo no final.

  • Bicicleteiro Barbudo

    Com toda a sinceridade: que roteiro bosta!
    Ainda não sei o motivo de eu continuar a assistir a série, pois essa temporada está muito ruim.
    Outros amigos já deixaram de assistir.

    • Eu parei de assistir… as vezes venho aqui e vejo o que esta acontecendo, mas nao tenho coragem de assistir…. ta muito chato…

    • Luis Da Luz

      Muita coisa não batia, olha a parte do Eugene tentando afastar os zumbis, e o Dwight aparecendo pra atrapalhar. Nessa hora os snipers do rick ainda tinham o prédio completamente cercado, e não sei porque cargas dágua nenhum notou os dois barulhentos na sacada.

    • Marcos Tulio Cavalcante

      Vc assiste pra ver no que vai dar, mas se ficar pior garanto que vc para de ver.

  • Aaron Menezes

    HAUSHAUSAHU tu foi bonzinho, aquele plano do Eugene com aquela camera acompanhando o “drone”, repetição, aquele fan service tosco da escada com o cara pendurado, fator de cura do Padre de +8000, os tiros dos salvadores saindo um puta pó branco. O Eugene naquele final estava indo muito bem, e ele entregar o Dwight ali seria foda, porque traria algo inesperado para a trama, já que não existiria mais o elo, mas, dai cagam de novo. Horroroso o que The Walking Dead se tornou.

    • Thalyta Andrade

      Ele entregando o Dwight seria totalmente inesperado e foda mesmo. Pq não sei vocês, mas pra mim não teve suspense algum ali. Tava na cara que ele não entregaria.

  • Michel Guimarães

    Concordo plenamente essa temporada tá num ritmo muito devagar, vai chegar a 9° temporada e o Rick vai está lutando contra os salvadores ainda.

    • Gabriel

      Vai acabar nessa oitava mesmo. Se botassem a guerra até a nona temporada teríamos que nos juntar para combatermos os ROTEIRISTAS rsrsrs. O próximo episodio promete ser bom, mas vamos ver se vão acertar, torceremos!

  • Zamtonsky Mun

    O seriado tem roteiristas realmente muito fracos e a atuação de alguns personagens está extremamente fraca e sem orientação. Parece que a série entrou no automático….nao tem mais aquelas músicas excelentes que marcaram o seriado. A perda de qualidade é visível em todos os aspectos! O desgaste é enorme para a série! Nem os pirateiros estão interessados em baixar o seriado….

  • Gabriel

    Olha, eu gostei desse episodio, por conta da ação que teve, apesar de pouca e por conta do arco de Eugene que foi interessante ao meu ver. Um grande buraco do episódio foi realmente o grupo do lixão sendo intimidado por Rick, que conseguiu acabar com o zumbi com ele PRESO e agredir os homens que estavam com ele. Por que não atiraram nele? Roteiristas! Jadis soube que Negan tem mais homens, porque ir para o lado de Rick, sendo que tinha 30 perto dele que poderiam terem facilmente matado ele? ROTEIRISTAS. Sinceramente, é uma completa burrice o que os roteiristas quiseram botar nesse episódio, foi uma coisa muito sem sentido, que nem eu que também escrevo uma história faria uma coisa dessa, se eu fizesse isso eu iria concertar na hora. Talvez Jadis pode ter raciocinado que Negan perdeu a guerra por causa dos zumbis cercando o Santuário e nisso, decidiu ir para o lado de Rick, uma coisa que sim, faria sentido a Jadis decidir ficar no lado de Rick e não o Rick intimidando e os homens do lixão burros não atirando nele. Claro que matar o protagonista logo agora seria uma ideia ruim, mas as coisas devem bater, por favor ROTEIRISTAS. Sobre o Daryl e a Tara fazendo aquela lambada obviamente é uma ideia muito tosca, pois o Daryl está matando vidas inocentes, fazendo até pior que o próprio Negan! Raciocinem fãs de Daryl, ele sabe que possui vidas inocentes la dentro, ele sabe que existe pessoas boas dentro, mas mesmo assim quis acabar com o plano de Rick fazendo isso! Esses produtores querem acabar com o personagem, só pode. Um personagem do bem fazendo isso é pedir pra ele se tornar apenas vingativo e nada mais que isso, ou seja, mau. A cena de Daryl com o caminhão batendo no Santuário é maneirinha, mas por favor, eles querem estragar o personagem Daryl. E a Michonne deixando pra lá? Fala serio! Minha nota é 7, foi legal, mas peca nessas coisas. Roteiristas mais uma vez sendo incompetentes.

  • Pablo Machado

    Caros amigos. Só eu que achei esse zumbi meio que diferente. Seriam um Spoiler dos Sussurradores????? https://uploads.disquscdn.com/images/9166a848cef5deb8464b0b42e379439112436a156f11fd746afc0b42603ad0e2.png

    • Thalyta Andrade

      Cara, seria legal se fosse… Mas, não espero isso dos roteiros. Acho que esses zumbis menos podres ou são uma economia de maquiagem (tsc) ou é o mais evidente pra mim: não existem só zumbis podres, sempre tem alguém sendo mordido e se juntando as hordas.

      • Pablo Machado

        É… Pode até ser sua última opinião. Mas….. Vamos ver ao decorrer dos episódios.

    • Wesley Rodrigues

      Muito estranho esse zumbi, aparentemente normal em relação aos outros em volta. Já notei em outros episódios isso também, como por exemplo na saída do Padre e do Negan de dentro do trailer, se você notar bem verá vários mortos de cabelo bem arrumado e limpos. Entretanto não acredito que os roteiristas traram o arco deles nesse momento.

      • Pablo Machado

        Mas poderia colocar somente referências. Para que depois diga que os Sussurradores sempre estiveram ali. Não sei … Mas me parece muito estranho cara.

        • Wesley Rodrigues

          Como referência para a continuação da história funcionária bem, mas como foco principal demorará para acontecer pelo jeito.

  • Thalyta Andrade

    “É muita incoerência e simplicidade nas resoluções das tramas”. Isso resume minha indignação com TWD desde a sexta temporada. Eu não entendo a necessidade de desconstruir personagens de tal forma que torna eles imbecilizados ou emburrecidos. É revoltante ver o Daryl naquele plano besta. Revoltante voltar ao lixão sendo que, como vc disse, Rick estava em vantagem. Se era pra buscar ajuda até Oceanside seria mais verossímil, afinal, confiar naquelas mulheres que têm motivos pra odiar os Salvadores era melhor que confiar na traíra louca da Jadis. Eu gostei do episódio justamente na parte do Eugene. Ele é um babaca, egoísta e cretino. Mas isso torna o personagem um antagonista interessantíssimo. Tira ele e a própria série do lugar comum. O Dwight também agrega a história, afinal ele tá com o Rick, mas até que ponto? Qual vai ser a dele quando Negan cair? O ritmo do episódio foi bom, apesar do grande foco em Eugene. Sobre o resto, foi isso mesmo: resto. Plano de Daryl e Tara tosco e cheio de furos. Do Rick idem. Não que as coisas precisem ser perfeitas ou completamente explicadinhas, mas o modo como estão conduzindo a história desde a sexta temporada nos passa a ideia de que eles estão cagando para coisas básicas no que diz respeito a qualidade. Se alguém maratonar a série e chegar até aqui, vai se sentir andando em círculos. Mtos plots que se repetem com outros personagens, muitas coisas que parecem jogadas na história de qualquer maneira, muita incoerência na personalidade e na própria evolução dos personagens, muita encheção de linguiça. Como muita gente diz, hoje eu assisto TWD sem a mesma empolgação e sempre esperando que melhore, mas esse dia nunca chega. Eu te amo mais te odeio TWD. Realmente Fernando é chato ficar criticando negativamente a série, mas….fazer o que! Tá decepcionando sim.

    • Junior Peixoto

      Eu ia criticar a série, mas te agradeço por poupar meus dedos. Vc escreveu basicamente o que eu penso, tirando a parte do Eugene que eu acho um verdadeiro saco!
      Eu entendo que o personagem em si é interessante. Ele quer sobreviver a todo custo. Começou inventando que tinha a cura pro grupo do Abraham cuidar dele e agora tá do lado do Negan pq enxerga nele o lado mais forte da disputa. Mas os diálogos dele são extremamente chatos!! Quase durmo quando ele entra em cena. E num episódio onde ele é o foco, foi complicado manter os olhos abertos.

      • Thalyta Andrade

        Nossa mas eu concordo que os diálogos dele são muito chatos! kkkkkkkkk não tem necessidade alguma dele sempre se mostrar pernóstico e intelectual. Massssss é a arma que ele tem a eu favor né, então apesar de chatíssimo, acaba sendo coerente ao personagem.

        • Junior Peixoto

          Ah claro, é totalmente coerente com ele. O negocio dele é se aliar a quem ele acha que pode “cuidar” dele.
          Mas isso não muda o fato que ele é muito chato. kkkkkkkk

    • O melhor é que nem passou pela cabeça do Daryl o ÓBVIO: eles só estavam encurralados porque sabiam que ao abrirem as portas pros zumbis entrarem, iriam arriscar ficar perto demais deles, e assim iria tumultuar, virar confusão, e MUITA gente ia acabar morrendo. Já o oposto; uma brecha ser aberta pra passagem dos zumbis; dá muito espaço pra eles lutarem contra. O pior é que ele já esteve lá e sabe o quão grande é o Santuário, olha o tanto de escada que tem. Dá facinho pra eles subirem, agrupar pra contra-atacar, etc. É muita demência pra uma pessoa só.

  • Lucas Marques Gusmão

    Quanto a temporada, eu não li e não sei como funciona a passagem de tempo durante a guerra nos quadrinhos, mas o fato de oito episódios serem desenvolvidos em um espaço de tempo de dois dias é o maior tiro no pé da série, os dias parecem ser interminaveis em TWD. Nada se desenvolve de verdade e os personagens ficam parados no tempo assim como a história. Os Salvadores parecem um bando de tapados que jamais conseguiriam tudo que tem. O grupo do Lixão não fez absolutamente nada de memorável, não tem motivo de existir, e os atores ainda são ruins para piorar. A questão do certo e errado, matar e não matar, perdoar ou não perdoar continua sendo a fonte de onde sai todo desenvolvimento de Hilltop, Reino e Alexandria. Já deu desses dramas, né? Cadê o pessoal com sangue nos olhos em busca de vingança?
    Esse último episódio só nao foi pior por que mostrou alguma mudança de rumo, que ao que parece será explicado no próximo. A fuga dos Salvadores, se é que eles fugiram, promete mudar um pouco o rumo dos acontecimentos e dar mais andamento a historia. Assim espero.

    • Thalyta Andrade

      Realmente, dias intermináveis são um tiro no pé na narrativa que já não tá lá grandes coisas…

  • Elsom Silveira

    Talvez Eugene esteja praticando a lealdade siciliana com Dwight. É preciso lembrar que, durante a primeira reunião dos tenentes (sem Negan), quando Gavin ratificou que havia naquela sala um traidor, todos eles estavam prestes a julgar Eugene ali mesmo, e foi Dwight aquele a sair em sua defesa.

  • Patrick Reis

    E outra coisa, o Rick some quase morre e ninguém próximo, nem lembra dele tipo, principalmente a Michone e o Darryl, foi fraco demais mesmo.

  • Lelezinhu

    Pra mim as pessoas querem colocar TWd em um patamar que simplesmente nunca existiu. A s pessoas nao aceitam que essa série não é cult, nao é fodastica….é apenas uma boa série, com alguns bons atores e muito outros horríveis, com roteiro digno d chapolin colorado, com efeitos especiais idem…é isso o que TWD é!

    OBs: Parem com esse negócio de arco. Tá chato issso! outra coisa…parem com esse negócio de sussurradores…coisa chataaaaa

    • Vander Vasco

      mas o arco dos sussurradores será o melhor… rsrs

      falando sério, a série começou com uma premissa interessante, apocalipse zumbi, como sobreviver a isso, que rumos tomar, era algo relativamente diferente pra uma série, mas se perderam no caminho…

  • Lee

    E os tiros? Nunca vi coisa mais mal feita.

    Se tratando de uma série de renome mundial, é inadmissível alguns efeitos que esses caras usam

  • Hugo Gonzalez

    Pensei que essa 8ª temporada ia ser desenvolvida rápida a história a cada ep e resolvida igual a 1ª season e frenética igual o começo da 6 ª temporada. Gimple tem que vaza junto com os roteiristas que fizeram os eps ruins, a 7ª temporada foi absurda a perda da qualidade, cenas bizarras, roteiros ruins, cenas jogadas, personagem descaracterizados, e a 8ªt tá um pouco menos ruim. A porra da AMC só vai fazer alguma coisa quando chegar a meio milhão de vagabundo vendo.

  • MMs

    O Rick é uma espécie de Jack Chan, acabou com a gang do lixão com as mãos amarradas! No final ainda consegue colocar a chefe de refém com uma cabeça de um zumbi piranha.

  • Thiago Sampaio

    O que eu gostei desse episódio, foi mais uma vez ver a inteligência psicológica do Negan. A conversa dele com o Eugene, falando que ele era a segunda pessoa pessoa mais importante no grupo dos Salvadores, mostra a perspicácia do cara em ganhar seus aliados psicologicamente. Muito bom!!!!

  • Venancio Dasilva

    Gostei do ep,incrível atuação de Josh McDermitt;mas tbm achei forçado o Rick batendo no lixão inteiro, logo ele que apanha mais que mulher de malandro rs.

  • Gadriel

    Sinceramente! desde o episódio 5, que a 8° temporada esta regular, os salvadores estão lerdos sem tatica de guerrear contra os opositores do grupo do Rick, Negan só de mimimi e blá blá blá, não se vinga do ataque, muito diferente do Negan dos quadrinhos, totalmente foda e sanguinário, nota 6 pra este episódio que melhorou com a invasão dos zumbis, provocada pelo Daryl.

  • Raphael

    E se tudo isso fizer parte do plano do Rick ? O Daryl com o caminhão de lixo fazendo entender que foi o grupo do lixão que atacou o santuario, acontecendo aquelas coisas nos spoilers do episódio 10.

    Estou torcendo para que seja tudo plano do Rick isso!

  • Leandro Barbosa Castro

    Eu gostei do jeito que a 8ª temporada começou. Os 4 primeiros episódio com muita ação. Até exagerada. Os 3 últimos foram muito mortos. Pelo visto só eu curti o plano do Daryl. A verdade é que não aguento mais tanta enrolação. Então o Daryl querer resolver isso de uma vez, a qualquer custo e de qualquer jeito, deu um ar. Mas com certeza isso fudeu Rick. Vamos aguardar agora o que virá pela frente.

    • Thalyta Andrade

      Eu gostei do plano do Daryl de explodir o Santuário. Agora esse do caminhão foi podre pq era óbvio que não garantiria que eles todos morreriam e que ainda abria a possibilidade de fugirem daquele cerco. Foi fail demais. OBS: Enrolam sem nenhum pudor mesmo.

  • jean

    ja to escutando os assobios de negan e as ciladas ai ai ai

  • Jeferson Oliveira

    Eu queria saber quem constroi os diálogos, principalmente os da Jadis. Aquela hora da negociação…o que foi aquilo? “Metade e a sua escultura”….”Não! 1/4 e suas fotos”…”Não! 2/3 e a cabeça do Wainslow 0.5” hahahahahaha! Nem o quitandeiro aqui da esquina da rua é tão ruim de negociação quanto a essa mulher.

  • Bianca Mendonça Batista

    Eu não sei nem o que dizer… Foi a primeira vez que eu assisti um episódio sem sentir nenhum friozinho na barriga antes, foi só pra cumprir tabela mesmo, pois infelizmente já virou “rotina” esses roteiros medíocres nessa temporada. Para mim, fio o PIOR episódio. Concordo com o Fernando sobre as cenas do Eugene, ainda que débeis, terem “salvado”. Fiquei o epi inteiro com cara de paisagem, nada me surpreendeu, não achei graça de nada, foi uma chatice total!

  • Marcelo Reitberger

    Coincidência ou não, as reclamações em relação à série aumentaram quando perdemos o Glenn e o Abraham. Talvez um erro matar dois personagens queridos do público de uma só vez. Somado a isso, desde que o grupo se instalou em Alexandria, perdeu um pouco a graça. Bom quando estavam sempre na estrada e vivíamos o suspense do que iriam encontrar, quem os iriam atingir. Agora tudo ficou muito previsível, repetido. Mesmo quando estavam na prisão, se fixando ao local, era diferente, mais legal. Essas comunidades em nada acrescentaram à série, pelo contrário…

    • Thalyta Andrade

      Sobre Glenn e Abraham discordo, mas sobre Alexandria concordo um pouco…vc não é o primeiro que leio falando isso, mas é verdade. Tirando alguns bons e poucos episódios, desde que chegaram a Alexandria a coisa degringolou um bocado de fato…

  • Vander Vasco

    Cara os roteiristas tão perdidinhos… nada faz sentido… tão descaracterizando todos os personagens e fazendo a gente de idiotas…

    além dessas coisas estúpidas de dualidade toda hora, o que o Rick vai fazer sozinho naquela merda de lixão que já traíram uma vez?!

    Tá difícil ver tanta encheção de linguiça e coisas sem lógicas nenhuma apenas por entretenimento… triste caminho que a série tomou nas ultimas temporadas!!!

  • Marcos A Ferrazini Ferrazini

    Concordo em número e gênero, The walking perdeu a essência de nos prender.. com as mortes de Glen e Abrahão deram um tiro nos pés. Eram personagens marcantes que faziam a série ser seguida com fidelidade, exemplo: poderiam ter morrido o Gabriel, dentre outros personagens que não somam.
    Essa é a minha humilde opinião.

    • Nicolas Rufino

      Se eles matassem personagens que não somam, como Gabriel, aí que a audiência iria cair mesmo, visto que os fãs já estavam putos por causa do cliffhanger deixado no final da sexta temporada.

      • Marcos A Ferrazini Ferrazini

        Boa tarde, Nicolas, da forma brutal que eles foram assassinados qualquer coadjuvante teria impacto de vingança. Está comprovado a fraca audiência e todas as discussões plausíveis de todos até então. Faltou inteligência em matar dois importantes personagens de uma só vez. Essa é a minha humilde opinião.

  • Matheus

    Tem que dar uma repaginada nos Roteiristas. Um novo Showrunner pra S09.

    • Thalyta Andrade

      Totalmente!

  • José Rubens Vieira Rodrigues

    Eu desisti da série. Não assisto desde o EP 3 desta temporada e entro aqui porque gosto do pessoal, com a esperança de que algum dia o vento traga bons comentários em sua maioria e eu tenha motivos para voltar a assistir TWD. Não sou viúvo de seriado, por tanto, se esta ruim a mais de duas temporadas, não perco meu tempo.
    Vou citar os pontos determinantes para eu me tornar um “hater”de TWD:
    1 – Relacionamento Michonne x Rick: simplesmente não há química e anulou uma das personagens mais fantásticas de toda série. O que faz a Michonne agora? Geralmente esses relacionamentos tendem a fazer com que um dos envolvidos fique sempre a sombra do outro, o que, infelizmente, aconteceu.
    Se já fizeram a cagada de matar a Andrea, três soluções seriam mais viáveis:
    a) Criar outra personagem que não tem nas hqs para esse relacionamento
    b) Sasha poderia ser a musa do Rick, visto que o namorico dos dois foi completamente sem utilidade para série já que os dois morreram sem deixar qualquer legado.
    c) A essa altura do campeonato, por que o Rick precisaria de um relacionamento fechado? Pega aqui, pega ali, mas a série não é de romance e não havia necessidade de anular a genial Michonne.

    2- Maggie: novamente cito um relacionamento, parecendo até que se trata de uma série romântica aos moldes de The O.C.. Mas infelizmente a Maggiezona não desenvolveu por conta do fraco, horrível, bizarro roteiro. Esse sim era um relacionamento com sentido, onde a morte de Glenn faria com que houvesse um Boom na atuação da mulher. Hoje, só a vejo de cara feia, querendo ser uma líder a qual não conseguiu emplacar.

    3- Queria saber o que passa na cabeça dos roteirista e diretores quando dedicam um capítulo inteiro para um arco e se alguém tiver essa resposta, também me expliquem porque escolhem a pior história. Oceanside explica o quão ridículas são essas escolhas.

    4- A personagem Daryl foi a que, no meu ponto de vista, juntamente dos problemas já citados da Michonne, mais regrediu. O cara é bad boy, good boy, bad boy… Oscila de mais e sem sentido. Só com aquela cara feia o tempo todo que não amedronta nem recém nascido mais.

    5- Alexandria está um pé no *&%#. Está chato de mais aquele lugar.

    6- Não tem como criar empatia com qualquer personagem já que você a vê em um episódio e terá esse privilégio novamente apenas 3 capítulos depois. Você já nem lembra que aquele ser existe. Exemplo claro: Carl. Tanto faz ele ter morrido ou não, hoje é uma personagem completamente desnecessária.

    Enfim, poderia elencar mais fatores, mas meu tempo de almoço acabou e tenho que trabalhar, rs.
    Sinto muito pela série. Realmente gostava e fiz diversos amigos e familiares assistirem. Hoje tenho vergonha disso.

  • Chirley

    Foi um furo no roteiro ou eu que não prestei atenção (pq tá difícil, né!?)?! quando deu a entender que o Rick só foi ao lixão após a briga com Daryl, sem mencionar isso antes a ninguém. Mas a Michonne (se não me engano, pq realmente não ando prestando atenção) comentou que ele estava indo para lá, quando estavam conversando sobre o ataque solo. Ou seja, parece que os outros tinham noção da besteira que o Rick estava prestes a fazer.

    • Mycleison Costa

      Isso fazia parte do plano desde o inicio. No inicio do ep 6, durante a leitura das cartas, é explicado que fazia parte do plano.

      • Chirley

        Ah tá! Fiquei meio perdida! Obrigada! 😉

  • Paulo Henrique Cruz

    Suas críticas é a melhor coisa dessa página, sempre condiz com o que eu penso; à única observação que faço é que o todo-foderoso Rick foi ate o grupo do lixão pois o Reino foi massacrado, daí o porquê dele ir procurar pateticamente a ajuda dos traidores!

    • Thalyta Andrade

      Pois é, com o Reino massacrado, um reforço seria válido. Mas, porque esse povo do lixão que é traidor? Era muito mais válido ir atrás de Oceanside pq aquelas mulheres tem motivo de sobra pra odiar os Salvadores tanto quanto o povo do Rick e querer exterminá-los. Isso que torna tudo ainda mais patético nesse plano.

  • Amanda

    Eu acho muito burro o plano do Rick em ir mostrar fotos pra Jades pra pedir apoio de um grupo que já traiu ele.
    Lendo o texto lembrei que o Rick também estava na posição de vantagem quando foi traído da primeira vez… e isso deixa essa segunda tentativa de aliança ainda mais patética do que já tava. pqp errar é humano e permanecer no erro é burrice, não é mesmo. Mas é claro que desta vez vai dar certo, o roteiro quer.. mas isso não deixa de ser o plano mais burro do mundo.

    • Thalyta Andrade

      Eles ‘mataram’ e esqueceram Oceanside na série quando na verdade quem deveria ter sido lançado ao esquecimento era justamente esse povo ridículo do lixão.

      • Amanda

        Certeza que tão segurando o oceanside pra retornar depois da mid season pra serem os salvadores quando tudo estiver perdido…

  • Amanda

    “Contudo, o Santuário não está mais cercado e Rick faz aquela cara clássica de perplexidade.” toda vez que escrevo algo do tipo eu sou atacada, mas fica o destaque pra essa frase.

  • Richard

    Acho que vc interpretou mal a decisão do Eugene, ela só deixa o personagem mais lógico ainda, como vc disse ele só quer sobreviver, por isso se coloca ao lado do grupo que vai melhor protege-lo, que no momento são os salvadores, mas ele ficou com a pulga atrás da orelha com a ênfase do Dwight que Negan vai perder e por isso não revelou a traição por que assim ele teria como sobreviver sem os salvadores no casa de vitória dos aliados contra o eixo, revelando a traição ele vai morrer se os salvadores perderam, não revelando ele fica com chance dos dois lados, Eugene é F#$%¨

  • Werber Soares

    Eu estou gostando, porém as incoerências são um incomodo óbvio. A impressão que tenho é encheção de linguiça por falta de criatividade

  • Ghost Orochi

    Apesar de eu ter gostado desse episódio. Essa parte do lixão foi a parte mais fraca desse episódio na minha opinião. Boa a critica do Fernando.

  • Bruna Santana

    Tem nem o que falar, a série é ruim demais. Se perdeu faz tempo.

  • Marcelo Bezerra

    Poderia postar no Grupo Mas estou sem acesso ao facebook no momento. então vai ai!!! https://uploads.disquscdn.com/images/a329e82d0c542fc6e966d675651fdf0aaff5fef1ded184409400d11435061d8c.jpg

    Gráfico de audiência de todos os episódios de TWD.

  • Karine

    Vamos ser bem sinceros? Eugene não funciona por que é inadmissível tentar entender tamanha ingratidão de um personagem só ainda mais vindo de um grupo tão carismático e como sempre se afirmam ali na série ”Uma família” . Acompanhar a série 7 anos, ver personagens como o Glenn morrer é quase uma facada no peito tentar entender o Eugene com seu discurso frio de ”Eles foram apenas companheiros de viagem’. Sério! Preferia que levasse pra outro lado o personagem, eu prefiro até o Negan com seu vilanimso escrachado e cheio de firulas do que o Eugene! Enfim, alguém salve minha série favorita por que tá osso demais assistir … Rick indo atras do pessoal do lixão a troco de nada, muito mais interessante ver o grupo de mulher que acho que todo mundo curtiu e ficou interessado em conhecer mais a historia, Daryl fazendo cagada

  • BetoTevez

    Concordo com você, uma pena que estão estragando um personagem tão querido por todos como o Daryl. Na primeira e segunda temporada, o melhor nele era aquela misturada de rebeldia e heroísmo, como foi quando ele tentou ajudar a Carol achar a filha. Outro personagem que não aproveitaram bem foi o Negan que surgiu ameaçador e agora perdeu um pouco a força.Apesar de tudo, um dos melhores momentos da temporada foi a conversa entre ele e o padre. O tipo da coisa que gera tensão e aquela vontade de continuar assistindo. Eu lembrei das conversas entre a Arya e Tywin Lannister em GOT.