Com a aproximação da 8ª temporada de The Walking Dead, a única certeza que se tem até o momento é que teremos a adaptação do famoso arco “Guerra Total” (All Out War), um dos grandes marcos dos quadrinhos, que mostra o ápice do confronto entre Rick e Negan.

Toda a 7ª temporada foi trabalhada para este grande evento. A Guerra Total é, sem dúvida, o evento mais importante de The Walking Dead até o momento, causando mudanças drásticas na vida de Rick e todos os outros sobreviventes.

Mas, afinal, o que foi esse conflito? E como ele muda a história de The Walking Dead? Na primeira parte desta matéria foi mostrado o plano inicial de Rick. Confira abaixo a segunda parte dos principais acontecimentos da Guerra Total.

O Ataque aos Postos Avançados

Com o Santuário cercado por zumbis, o próximo alvo são as bases periféricas dos Salvadores, os chamados postos avançados, cujas localizações foram passadas por Dwight.

Rick, Jesus e Ezekiel se embrenham em várias frentes para derrotar os Salvadores destes postos. Rick e Jesus têm êxito (embora Eric acabe morrendo no processo), porém Ezekiel e o Reino travam uma batalha muito mais dura. Muitos soldados da comunidade acabam morrendo em meio a balas e zumbis. No processo, Shiva se sacrifica para salvar Ezekiel e ele é o único que retorna com vida da batalha.

Leia mais: O que acontece com Shiva nos quadrinhos de The Walking Dead?

A estratégia das comunidades aos poucos falha parcialmente. No Santuário, Negan e os Salvadores livram-se dos zumbis e planejam uma retaliação.

Não sabemos como isso se dará exatamente na série de TV, porém podemos especular que, segundo o diálogo entre Rick e Dwight no último episódio da 7ª temporada de The Walking Dead, realmente haverá um ataque a pelo menos um dos postos avançados.

Não podemos ter certeza sobre a morte de Eric, porém o relacionamento entre ele e Aaron foi mais trabalhado na sétima temporada, mostrando que algo pode vir a acontecer. É possível pressupor que Shiva também morrerá precocemente, seguindo os quadrinhos. Uma das razões para isso pode envolver o alto custo que se dá para criar um tigre com CGI (computação gráfica).

A Liderança de Maggie

Gregory, surpreendentemente, sobrevive à batalha no Santuário e vai até Hilltop, onde é confrontado por Maggie. Percebendo que Gregory tende a ficar do lado de Negan, Maggie o encurrala e toma a liderança da comunidade para si.

Na série, já vimos um pouco disso antes da guerra. Maggie até mesmo dá um murro em Gregory e declara “meu nome é Maggie Rhee!” (uma pequena alteração do original “meu nome é Maggie Greene!”) – tudo isso tendo acontecido nos quadrinhos.

Nas vésperas da season finale, foram divulgados banners que traziam os principais líderes e suas comunidades. Debaixo da figura de Maggie estava escrita a palavra leader entre aspas (em outros banners, esta palavra estava sem as aspas). Podemos deduzir, com base nisso, que Maggie vai efetivamente assumir a liderança de Hilltop na oitava temporada e proclamar a famosa frase “Eu acredito em Rick Grimes”.

***

Estes acontecimentos concluem o plano inicial de Rick contra Negan na Guerra Total. A seguir, teremos o contra-ataque dos Salvadores em Alexandria e, claro, mais mortes!

Quais as suas expectativas para a adaptação da Guerra Total na série de TV de The Walking Dead?

Carioca e estudante de Direito. Aficcionado por lasanha, frio, Game of Thrones, Westworld, DC, Marvel, cinema e poesia. Amante incondicional de The Walking Dead, escreve sobre a série e os quadrinhos desde 2013.
Prezamos por comentários relevantes e respeitosos. Confira nossa Política de Comentários e para mais discussões sobre The Walking Dead e outras séries, curta nossa página no Facebook! Gostaria de escrever para o The Walking Dead Brasil? Clique aqui e faça parte do site.
  • Rodrigo Santos

    Essa morte da Shiva pareceu bem mais dramática e bonita de que de muitos personagens kkkkk